25 de abr de 2008

Lá vem ela...

Diálogo interno de um sujeito bem simpático mas com uma sério distúrbio de inaptidão social na rua...
-Uia, tá vindo uma menina bunita lá no fim da rua
-Parece até com a ...
-Acho que é ela mesma.
-Ai, Meu Deus. E se for ela?
-Falo com ela?
-O que eu falo pra ela me achar legal?
-O que eu digo pra ela saber que eu sou afim dela mas sem dar muito na vista? Só quero deixar ela com uma dúvida saudável pra cogitar uma possibilidade de termos uma relação interpessoal mais avançada.
-Será que eu to fedido?
*aqui nosso herói disfarçadamente coça a cabeça e confere a validade do desodorante*
-Tá ok...
-Ela já me acha um bobão/babaca/bundão mesmo. Melhor nem falar com ela.
-Não! Vo aproveitar essa chance e falar alguma coisa legal. É só não ficar nervoso.
-Digo "Que dia bonito hoje!" ou "Viu o jogo do fogão?" ?
-Melhor ainda. Vo dizer que ela tá bonita e como eu acho ela maravilhosa. Que adoro o sorriso dela. Que só os olhos dela já me dizem que meu dia vai ser bom. Que quando alguém liga pra ela e não fala nada sou eu baixinho dizendo "quero tanto te amar, me dá uma chance?"
-Sim, vo dizer isso tudo. E vai ser hoje. Hoje!!! Agora!!!
*Menina passa*
-Oi.
-Oi.
*depois disso os dois seguem andando. O campeão fica olhando pra trás e quase tropeça... várias vezes.
-Viu o sorriso dela? Tá na cara que ela gosta de mim. Parece até que lê pensamento...


2 comentários:

  1. Vc ñ terminou de contar a história. O q acontece depois do ''oi''?

    ResponderExcluir
  2. cara, como mulher eu digo: é a mais pura verdade! show :)

    ResponderExcluir